Café com o Sensei

Café com o Sensei

Pensamentos e comentários do Sensei Jorge Kishikawa

03-mai-2019

Os Sete Samurais




Niten e Ikoi-no-sono



Clique para Ampliar



Texto da Matéria

"Jornal Nippak 02 ~08 de Maio 2019
Grupo de Jovens do Niten realiza apresentação no Ikoi-no-sono

Como faz desde que foi fundado, há cerca de sete anos, o Grupo de Jovens (Hayabusa do Instituto Niten) realizou uma visita no dia 7 de abril na Assistência Social Dom José Gaspar “Ikoi-no-Sono”, em Guarulhos. No dia, cerca de 20 jovens participaram da ação, que consistiu em demonstrações das técnicas de kenjutsu para os internos, que se mostraram bastante ansiosos com a visita dos jovens samurais.
O fundador do Instituto Niten, Jorge Kishikawa, que fez questão de acompanhar os jovens, explicou que o Hayabusa costuma realizar de 3 a 4 visitas semelhantes durante o ano, “quando fazem valer o 4º voto do samurai, que é a compaixão”.
Foram demonstradas técnicas de Iaijutsu, Kenjutsu combate, Katori shinto ryu e o Niten Ichi Ryu. Sensei Jorge Kishikawa, fez questão de acompanhar a visita por um motivo muito especial. “Devido ao recente falecimento do meu pai [Yoshiaki Kishikawa], ocorrido no dia 9 de fevereiro deste ano, decidi doar todas as suas roupas para o Ikoi”, conta o filho, explicando que, apesar de serem japoneses, muitos ainda não tinham visto uma katana (espada) de perto. “Tive oportunidade de falar um pouco sobre o Katori Shinto Ryu, a técnica mais antiga do Japão e, em contrapartida, tivemos a oportunidade de conhecer um pouco mais sobre o trabalho desenvolvido na entidade e, mais do que isso, ouvir muitas histórias”, diz Kishikawa.
Experiência que certamente a psicóloga Lorena Araújo não esquecerá tão cedo. “Sabemos das dificuldades que eles enfrentaram, mas é fascinante como eles conseguem transmitir tanta energia positiva. É, sem dúvida, um diferencial que fortalece nossos espíritos e traz um sentido muito especial às nossas vidas”, diz Lorena, praticante há cinco meses.
Estar vivo – Para o líder do grupo de jovens do Niten, Akio Asakawa, “a sensação que tive durante nossa campanha foi a de estar vivo, de estar acordando”. “Estava revivendo um exercício de compaixão fundamental à vida, mas que na correria do dia a dia é sempre um dos primeiros a ser deixado de lado. E de maneira ainda mais especial pois estávamos diante da própria história da comunidade nikkei no Brasil, contribuindo como podíamos, através do Ikoi, a favor da dignidade daqueles guerreiros”, destaca, acrescentando que, “poder levar a eles a nossa ‘espada que dá a vida’ me fez sentir como se estivesse indo de encontro com uma parte minha que faltava para estar vivo de verdade”.

Já para a irmã Teresia, receber novamente a visita do Hayabusa – a primeira foi há 4 anos – foi motivo de muita alegria. Segundo ela, o que impressionou a platéia foi a disciplina, calma, respeito e concentração dos jovens”.
“No final da apresentação dos jovens, os senhores Kumada e Saito também quiseram se apresentar pois, no primário, ainda no Japão, aprenderam um pouco de Kenjustu. Com muita bondade, o professor Kishikawa pediu para alguns jovens ‘lutarem’ com eles. E os dois idosos atacaram com muita força. Certamente eles não esquecerão tão cedo a vivência que tiveram neste dia”, conta Teresia. (Aldo Shiguti)"





ÁUDIO DO SENSEI



Transcrição do áudio

Os Sete Samurais de Akira Kurosawa, o que tem a ver este filme de sete samurais que salvaram uma aldeia de camponeses pobres, idosos, e crianças necessitadas que eram roubadas, injustiçadas, por vilões apegadas ao valor material.
O Niten, se você leu a matéria ele vai em busca de levar a espada que dá a vida e assim foi no Ikoi No Sono e assim foi também para impedir que levassem um Templo Budista, Nikkyoji para o Inferno.
Inferno? Sim
É lá na Avenida do Estado onde tem muitos alagamentos, inundações, um dilúvio, e onde tem 5 vezes mais assaltos do que onde está atualmente.
O Niten abraçou essa causa e defendeu o interesse dos fiéis tradicionais e idosos que não teriam condição de orar, de ter pelo menos seus últimos anos de paz em suas orações no templo onde está.
Onde eu quero chegar, o que eu quero dizer é o Seguinte: Existe um Samurai, Takasugi Shinsaku que disse assim:
Se a sua causa for nobre, dê a vida.
E o Niten deu a vida.
O Niten perdeu o local de treino no Templo Nikkyoji, mas ganhou muita virtude ao fazer o bem.
Foi uma causa Nobre.

Arigatou por você estar me ouvindo.
E se quiser abraçar essa causa, venha para o grupo, o Templo dos Samurais

Sensei








O Paraíso





O Inferno





Imagens da visita do Niten ao Ikoi-No-Sono


Os idosos...



E necessitados...



Salvos pelos...



"Sete Samurais".